#115 - A décima e última praga: A morte

https://defendendoafecrista.wordpress.com/2015/11/05/o-sangue-do-cordeiro/

Moisés mandou chamar todos os líderes do povo e disse: - Escolham carneiros ou cabritos e os matem para que todas as famílias israelitas possam comemorar a Páscoa. Peguem um galho de hissopo e o molhem no sangue que estiver na bacia e passem nos batentes dos lados e de cima da porta das suas casas. E que ninguém saia da casa durante toda a noite. Quando o SENHOR passar para matar os egípcios, verá o sangue ali nos batentes e não deixará que o Anjo da Morte entre nas suas casas para matá-los. Vocês e os seus descendentes devem obedecer a essa ordem para sempre. Quando entrarem na terra que o SENHOR lhes dará, como prometeu, vocês deverão continuar realizando essa cerimônia religiosa. Quando os seus filhos perguntarem: "O que quer dizer essa cerimônia?" vocês responderão: "É o sacrifício da Páscoa em honra do SENHOR Deus, pois no Egito ele passou pelas casas dos israelitas e não parou. O SENHOR matou os egípcios, mas não matou as nossas famílias." 

Então os israelitas se ajoelharam e  adoraram a Deus, o SENHOR. Depois foram e fizeram tudo o que ele havia ordenado a Moisés e Arão. 

À meia-noite, o SENHOR Deus matou os filhos mais velhos de todas as famílias do Egito, desde o filho do rei, que era o herdeiro do trono, até o filho do prisioneiro que estava na cadeia; e matou também a primeira cria dos animais. Naquela noite o rei, os seus funcionários e todos os outros egípcios saíram da cama. É que em todo o Egito havia gente chorando e gritando, pois em todas as casas havia um filho morto. (Ex 12:21-30)

OBSERVAÇÕES:

É aí que começa a história da redenção, o tema central da Bíblia. Redenção significa "comprar de volta" ou "salvar do cativeiro pagando um preço". Uma forma de comprar um escravo era oferecer em troca um escravo equivalente ou superior. Este foi o modo que Deus escolheu para nos comprar: Ele ofereceu o seu Filho por nós. Nos tempos do AT, Deus aceitava ofertas simbólicas. Como ainda Jesus não havia sido sacrificado, Deus aceitava a vida de um animal em lugar do pecador. Ao vir a este mundo, Jesus substituiu sua vida perfeita por nossa vida pecaminosa e pagou a pena pelo pecado que cometemos. Desse modo, Ele nos redimiu do poder do pecado e nos restabeleceu para Deus. O sacrifício de Jesus tornou desnecessário o sacrifício do animal. Um enorme preço teve que ser pago para que fossemos livres das consequências mortais do nosso pecado.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#1 - Satanás é expulso do céu

#20 - Zofar descreve as calamidades que os ímpios sofrem